EL LIBRO DE LOS INMIGRANTES

EL LIBRO DE LOS INMIGRANTES
Pídalo a lusodescendientes@yahoo.com.ar

martes, 31 de diciembre de 2013

lunes, 30 de diciembre de 2013

Plaza Portugal. Agradecimiento de la Soc. Portuguesa de Olavarria

La Sociedad Portuguesa de Olavarría agradece la colaboración en la realización del Pesebre "Bajo la cruz del sur " en la Plaza Portugal. El mismo se hace extensivo a Municipalidad, Dirección de tránsito, a la Colectividad Boliviana , a toda la familia Gisler , Fatima da Costa y esposo , Jonatan Da Costa , a Cela da Costa ,a Liliana Marques , Cande Hr , Yanii Herrera , Rolo Bustos y su señora Mirta ,Paula y Marcos García, Nerina y Esteban Salguero, Marta y Raúl Merlos ,Daniel García , Gabriel Requena y familia, Nico Kette y familia ,Infoeme , Diario El Popular ,FM 107,LU32 RADIO OLAVARRIA . Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.a

domingo, 22 de diciembre de 2013

MENSAJE NAVIDEÑO DEL CLUB PORTUGUES DE ESTEBAN ECHEVERRIA


Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

LA CASA PORTUGUESA DE COLOMBIA SIGUE CRECIENDO Y ENVIA SUS SALUDOS DE FIN DE AÑO

 Este ano que termina, conseguimos realizar varias atividades  : reunimos varias pessoas e familias da Comunidade Portuguesa, realizamos exposicoes de fotografia , fizemos eventos culturais e sociais  e levamos um pouco da nossa cultura a duas  pequenas cidades da Colombia.
Mas o mais importante de tudo , foi ter conhecido , reunido  e partilhado  com varios Portugueses(sas) que chegaram á Colombia e com os que já levam algum tempo neste pais lindo que os recebe com amizade e alegria.
Para a Casa-Portuguesa-Colombia , é sempre com muita alegria que abre as suas portas para partilhar , e os nossos desejos para o proximo ano sao esses: Continuar a partilhar , conhecer e apoiar os Portugueses(as) e familias que chegam, desejar-lhes tambem um Natal cheio de prosperidade, humanidade, um Ano Novo , cheio de saude, amor e exitos.

Um grande abraco cheio de amizade e alegria e como sempre os meus desejos para que sejam felizes.

Cristina Matias e Familia.

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

sábado, 21 de diciembre de 2013

MENSAJE DE NAVIDAD DEL CENTRO PATRIA PORTUGUESA

A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.

MUCHAS FELICIDADES PARA TODOS Y GRACIAS POR ACOMPAÑARNOS EN ESTE 2013!!

UN BRINDIS POR UN 2014 JUNTOS Y UNIDOS!















Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

EL FADO TANGO CLUB COMPLETO SU QUINTA TEMPORADA EN BUENOS AIRES

 El Fado-Tango Club terminó su quinta temporada en lo que fue la octava emisión del año.
Los primeros acordes de Barco Negro, llevados a cabo por GPilatti Dub dieron comienzo a esta emisión, a la que luego se sumó la voz de Karina Beorlegui junto a los Primos Gabino en un gran reencuentro entre los artistas, quienes ya habían compartido escenario en el transcurso del corriente año en el CAFF.
Al ritmo de fados y tangos acompañados arriba y abajo del escenario, la cita del encuentro musical que une los puntos cardinales que separan Potugal de Argentina, tomó más vida y color al ya potente de por sí comienzo del espectáculo.
Párrafo aparte merece el gran despliegue realizado por GPilatti Dub, Los Gabino y Karina Beorlegui en la profunda interpretación de la milonga La Muerte de Juan Bertana.
Invitado del show de hoy fue el pianista Federico Mizrahi quien junto a la anfitriona realizó un emotivo segmento de tangos del primer álbum de la cantante "Caprichosa", entre los que figuran el bellísimo tema "Alma Mía" (de María Grever), "Tabaco" (de Portier-Contursi), "Ya estamos iguales" y "Flor de lino".



Luego se sumaron Los Gabino para seguir deleitando con su arte a los presentes.
En este Fado-Tango Club hubo asimismo un invitado especial: Carlos Palacios, guitarrista del grupo Fadeiros quien, junto a Karina y Los Gabino hicieron propio el fado "Lágrima", engrandeciendo de esta manera el ya reconocido fado a nivel mundial.
Palacios tuvo su espacio propio en el escenario, donde dio vuelo a su guitarra con "Años Verdes", profundo fado en versión instrumental.
No faltaron en esta oportunidad los clásicos de siempre, entre los que estuvo Mañana zarpa un barco y el único fado cantado por Carlos Gardel "Caprichosa" y que da nombre al primer material discográfico de la cantante.
Tiempo de tangos, fados y poesía, que la hubo, en un gran complemento donde todo se fusionó en su justa medida para cerrar de esta manera, el quinto año del Fado Tango Club, esperando que el tiempo que falta para el reencuentro transcurra rápido, por el bien del fado, el tango y el público que ha disfrutado de los shows durante este tiempo.

Andrea Lopes
www.fadoargentino.blogspot.com

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

ELISABETE RODRIGUES, MISS PORTUGAL 2013


Candidates de Miss Monde 2013 : Elisabete Rodriguez, miss Portugal
Elisabete Rodrigues -21 años, estudiante de Fonoaudiología- fue Miss Portugal 2013 para el certamen de Miss Mundo. Nació en Viana do Castelo, y creció en el pueblo rural de Candemil.
Gusta mucho de la lectura, y en la música, del hip hop y el jazz dance.
 

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

GRATO FESTEJO EN EL CLUB PORTUGUES DE GONZALEZ CATAN

El presidente del Club Portugués de González Catán, Francisco Dos Santos, y algunos integrantes de la comisión, decidieron agasajar a quienes siempre colaboran para realizar sus actividades y fiestas. Por eso organizaron un agasajo sorpresa. Gracias a Silvia da Costa por las fotos, que reflejan el cariño que le tienen a la institución y cómo van sembrando el sentimiento portugués en las nuevas generaciones.






Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

NOTICIAS DE PORTUGAL/ CORREIO DA MANHA

 

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

EL AÑO MUSICAL SE CERRÓ AL RITMO DE FADEIROS


LA MÚSICA DEL PUEBLO PORTUGUÉS TUVO SU BROCHE CON FADEIROS



En la noche de Mediterránea se hizo el silencio, y de él fueron apareciendo las figuras del grupo Fadeiros quienes, entre el escenario y mezclados con el público dieron comienzo a su espectáculo con la trascendental canción Novo Fado da Severa, en una interpretación sublime donde cada parte interviniente se sumó para llevar adelante esta historia tal como si fuera un cuento. 
Público y músicos empezaron así la noche, generando un clima donde las emociones se trasladaban entre los presentes, sensibilizando por el sentimiento genuino de Fadeiros.




Desde ya que Fadeiros no canta de cualquier manera, aunque una de las canciones tenga esa letra, lo que decididamente es cierto, es que cada uno de sus integrantes le dan un sentido a las canciones por ellos llevadas a cabo. Se las apropian. Las renuevan. Las resignifican, logrando el ensamble perfecto entre armonías, sentimiento y versatilidad.
En contínuas búsquedas los músicos cambian sus habituales instrumentos musicales para adentrarse en el terreno de otros que le dan más fuerza o más emotividad al tema que deciden como repertorio de su show en un momento dado.
Profundas y bellas voces traídas desde que lejano territorio, parecen venidas desde el puerto de Lisboa y anclar en cada corazón que lo escucha por primera vez.
Esto se palpa en las miradas de la gente, su silencio respetuoso para sumergirse en las historias cantadas, en los aplausos, las lágrimas, los saludos, las sonrisas, en los comentarios, entre muchas cosas más que forman un todo que se encuentra lleno por los mejores recuerdos que la vista y el oído permitió, haciendo que lo bello se pueda transmitir de la manera en que lo hacen.



El Principito dijo que lo esencial es invisible a los ojos. La música de Fadeiros es invisible a los ojos, pero absolutamente esencial para embellecer al alma con la transmisión del más puro amor por Portugal.
Fue un cierre de año musical a pleno. Año que lo encontró a Fadeiros grabando nuevo disco y viéndolo nacer, y llevarlo, como a un hijo, entre los brazos y que se duerma al compás de su propia música.
Año con muchos shows y reconocimientos para, finalmente, terminar en la noche de hoy con una Mediterránea donde la gente se aprestó a disfrutar de un espectáculo de calidad como Fadeiros sabe ofrecer siempre que se presenta.
Muchos ríos de palabras traducidas en sentimiento fueron convertidas en este tanto mar tan inabarcable que nuestra vista se pierde en el horizonte, pero, llevados por la corriente musical nos mantenemos a flote, seguros de que ola tras ola, nos iremos acercando lentamente, al vaivén de los sonidos, a la costa y ya no se estará de esta manera Longe do Sul, sino que habremos finalmente llegado al sitio donde se oye la música del pueblo.

Andrea Lopes
www.fadoargentino.blogspot.com.ar

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

SALUDO NAVIDEÑO DE LA COMISION PASTORAL PORTUGUESA DE TORNQUIST



Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

viernes, 20 de diciembre de 2013

MENSAJE NAVIDEÑO DEL RANCHO FOLCLORICO RAIZES DE PORTUGAL



Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

COMIENZAN A CELEBRAR LOS 50 AÑOS DE LA COMUNIDAD PORTUGUESA EN ALEMANIA


ENTREVISTA do PORTUGAL POST
"50 ANOS COMUNIDADE, 50 ANOS MILIONÉSIMO “GASTARBEITER"

"Os 50 anos do milionésimo “gastarbeiter” vai despertar muita atenção. O Armando Rodrigues de Sá, o milionésimo emigrante, tinha chegado à estação, cansadíssimo, quando foi chamado por altifalantes, assustou-se e escondeu-se, com o medo que o queriam mandar novamente para trás, ou que a Pide (policia política do governo de Salazar) o viesse a perseguir. Pouco mais tarde foi rodeado por um grande número de jornalistas, e recebeu a mota zundapp e um ramo de flores. Era a „Willkommenskultur“ (cultura de bem receber) de 1964 e como estamos em 2014? Na Alemanha volta a haver uma grande falta de mão de obra especializada. E volta-se a dizer „willkommen!“ (bem-vindo)".


PP: Quer explicar o que é, como e com quem está a ser organizado o evento "50 ANOS COMUNIDADE, 50 ANOS MILIONÉSIMO “GASTARBEITER"?

Nelson Rodrigues: Agradecemos o interesse do PP em divulgar o evento 50 anos comunidade e 50 anos milionésimo “gastarbeiter” no dia 13.09.2014 em Colónia do núcleo organizativo (VPU-Federação dos Empresários Portugueses na Alemanha, Cáritas de Colónia e o grupo no facebook „O Comunidade Alemanha“). Achamos, com esta iniciativa criar um espaço para que a Comunidade festeje a efeméride dos 50 anos. Desejamos ainda dar continuidade da imagem positiva de integração da Comunidade que ao longo destes 50 anos sempre soube projectar, sem desprezar a sua identidade de origem.
Começamos a contactar parceiros estratégicos em Colónia e Düsseldorf para concentrar sinergias podendo assim apresentar um evento da comunidade para a comunidade.
Abrimos ainda a possibilidade a outras associações, instituições e pessoas particulares juntarem-se a esta iniciativa.

Rogério Pires: Nas últimas cinco décadas a comunidade portuguesa na Alemanha passou por um profundo processo de mudança. Os emigrantes da chamada primeira vaga diferem da nossa geração de emigrantes que ultimamente estão a chegar à Alemanha em consequência da crise económica na qual Portugal se encontra.
Neste contexto parece-nos ser importante que as comemorações passem pelo portão de entrada para a emigração portuguesa na Alemanha, nomeadamente a estação de caminhos de ferro de Colónia Deutz. A este local chegaram muitos milhares de portugueses e foi aqui que as autoridades alemãs receberam o português Armando Rodrigues de Sá, o emigrante “milionésimo” a chegar à Alemanha, sendo, por isso, contemplado, com uma motorizada Zundapp que se encontra actualmente exposta no museu “Haus der Geschichte” em Bona.

2 - Quer dizer que este evento que sai do âmbito das iniciativas organizadas sob a tutela dos Consulados ou é da responsabilidade do assim chamado Grupo Centro?

Nelson Rodrigues: Este evento tem a tutela da Comunidade, das bases, que é realizado com o apoio das instituições do País de acolhimento acima mencionadas. O nosso evento tem caracter nacional, mas enraízado localmente, em Colónia. O Armando é o prototipo dos emigrantes que após o tratado de recrutamento entre a Alemanha e Portugal assinado em 1964, saíram de Portugal a caminho da Alemanha, para um destino desconhecido, cheios de receios e insegurança. Foram os pioneiros. A nossa organização deseja dar-lhe o sentimento de reconhecimento e de consideração. Em memória do Armando e de todos os pioneiros temos em mente colocar uma placa alusiva na estação Köln Deutz.
3 - Com que apoios conta e quem participa?
Nelson Rodrigues: Contamos com o apoio de toda a Comunidade Portuguesa. Conseguimos ao longo dos anos criar ligações com as instituições deste País. Logo de início a „BDA“ (Bundesvereinigung der Deutschen Arbeitgeberverbände, a Federação dos Empresários na Alemanha) fomentou a imigração para a Alemanha. A VPU faz parte da rede empresarial da Alemanha e tem as melhores relações com este organismo. O Manuel Campos, membro do team Comunidade Alemanha (página no facebook) irá estabelecer os contactos perante a DGB (Deutscher Gewerkschaftsbund). As Cáritas que desde do início acompanharam os portugueses a nível de assistência social. Requeremos também o apoio da autarquia de Colónia.

4 - Acha que este evento deve ser o ponto alto das comemorações dos 50 anos da comunidade na Alemanha?
Rogério Pires: Não se trata se deve ser ou não ser o ponto alto das comemorações e nunca foi a nossa intensão em o ser. Desejamos sim divulgar e promover a boa imagem dos portugueses na Alemanha, que sempre soube ligar à integração os laços culturais da sua origem. Achamos que existem muitos motivos para festejar os 50 ANOS de Comunidade Portuguesa na Alemanha.

5 - Tanto quanto sabemos, está a ser organizado um Colóquio em Colónia também para assinalar os 50 anos. Quer explicar-nos o que vai acontecer?
Rogério Pires: Este colóquio vai servir para refletir o que aconteceu nos últimos 50 anos, nomeadamente na primeira fase da emigração, as biografias dos pioneiros. Vai servir para destacar os potenciais económicos, sociais, culturais e associativos. E refletir sobre a nova emigração para a Alemanha e os paralelos. Muito importante será definir o papel futuro da Comunidade perante Portugal e perante a sociedade intercultural na Alemanha. Queremos continuar a ser uma comunidade organizada e determinada, consciente dos seus potências próprios. A VPU irá oferecer todo apoio possível em destacar o papel dos empresários portugueses na alemanha.

6 - Quem coordena o colóquio?
Nelson Rodrigues: A coordenação geral é da VPU, com a comparticipação do núcleo organizativo. Iremos documentar todo o colóquio numa publicação a cargo de Helena Ferro de Gouveia (jornalista) e Joaquim Ferreira (fotógrafo profissional), membros do „team Comunidade Alemanha“.

7 - Como é que a comunidade vai ficar ao corrente das iniciativas. Quais os meios a utilizar para a sua divulgação?

Nelson Rodrigues: Congratulamos o PP para o seu vigésimo aniversário e contamos com o seu apoio assim com o apoio de toda a comunicação social. A página no facebook do Comunidade Alemanha que é muito frequentada divulga diariamente toda a informação.

Os 50 anos do milionésimo “gastarbeiter” vai despertar muita atenção. O Armando Rodrigues de Sá, o milionésimo emigrante, tinha chegado à estação, cansadíssimo, quando foi chamado por altifalantes, assustou-se e escondeu-se, com o medo que o queriam mandar novamente para trás, ou que a Pide (policia política do governo de Salazar) o viesse a perseguir. Pouco mais tarde foi rodeado por um grande número de jornalistas, e recebeu a mota zundapp e um ramo de flores. Era a „Willkommenskultur“ (cultura de bem receber) de 1964 e como estamos em 2014? Na Alemanha volta a haver uma grande falta de mão de obra especializada. E volta-se a dizer „willkommen!“ (bem-vindo).

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

MARA ALVES SIGUE BUSCANDO HISTORIAS DE PORTUGUESES CON SU "CORAZON LUSO"

 

Contar histórias de um "Coração Luso" que corre o mundo

O projecto de Mara começou a contar as histórias dos portugueses pelo mundo quando ela própria era emigrante
Texto de Liliana Pinho/JPN • 10/12/2012 - 11:18
Fuente. Jornal PUBLICO

José Maria tem 31 anos e é de Serpa, mas pertence ao mundo. Em 2009, entrou num programa de voluntariado para África e foi Moçambique que o acolheu. Deu aulas, ajudou a comunidade, reabilitou a biblioteca... tudo enquanto dava formação a professores universitários. Quando chegou a hora de voltar, não foi Portugal que o recebeu, mas a Noruega.

Afonso Bértolo tem duas coisas em comum com o José: África e o voluntariado. Depois de oito meses de voluntariado na Hungria, chegou a Lisboa sem querer voltar à rotina. Literalmente. Pouco tempo depois, embarcava numa viagem até à Guiné-Bissau numa furgoneta (com mais sete pessoas).

Mas além do José e do Afonso, há a Andreia, na Austrália, a Sara, na Suécia, o João e a Rita, no Brasil - mas não por muito tempo. São estas histórias, e as de todos os outros portugueses espalhados pelo mundo, que Mara quer contar no Coração Luso, para completar a sua própria história.

Mara Alves tem 29 anos, é licenciada em Jornalismo e Comunicação e diz que "não tem um rumo certo". A "vontade de conhecer mais", o desemprego e o convite de uns amigos levaram-na a Inglaterra - e foi aí que tudo começou, graças "às insónias" e "à necessidade de criar coisas".

Mas não só: "Sentia-me muito sozinha e o meu feitio não é muito dado a isolamentos", confessa Mara. "Sofri ali um bocadinho e o Coração Luso veio preencher também o meu coração".

Do tamanho do mundo
O projecto ganhou forma em Fevereiro e transformou-se numa experiência "que não há dinheiro que pague", feita de partilha e inspiração. "Há alturas da vida em que precisamos de um clique, de um abanão. E o meu objectivo com o Coração Luso é precisamente pôr as pessoas a pensar: Mas porque é que não sou eu? Porque é que eu não faço alguma coisa com a minha vida".

Desde então, foram centenas de histórias que lhe chegaram às mãos. Mara já nem precisa de procurar. A que mais a marcou foi a que "lhe inaugurou o coração", a de Zé Maria. Mas garante: "São todas especiais" - e são mesmo.

Tanto que, em menos de um ano, o blogue já reuniu mais de 80 mil visitas, sem sequer ter uma periodicidade definida, pela falta de tempo de Mara. Ainda assim, Mara, já em Portugal, quer tornar este um projecto mais sério e já está quase a dar o passo em diante.

O blogue transforma-se num site em Fevereiro de 2013, quando o projecto completa um ano. E até traz novidades: uma "carga noticiosa" acerca dos portugueses lá fora e uma rúbrica denominada O Coração Nómada - do blogue com o mesmo nome -, por uma jornalista que vai viajar durante um ano pela América do Sul e que parte já nesta segunda-feira.

O objectivo final, está traçado: "Fazer deste coração um coração do tamanho do mundo!"

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

jueves, 19 de diciembre de 2013

SANTA NOSTALGIA Y LOS ANTIGUOS LIBROS DE LECTURA DE PORTUGAL


Como apelido, nem parece nome de gente, de facto, mas o Prof. Manuel António Janeiro Acabado, nascido na aldeia de Pias, concelho de Serpa, no dia 24 de Novembro de 1888 é um dos importantes nomes das áreas da didáctica e pedagogia.
É conhecido principalmente pela autoria de inúmeros manuais escolares, sobretudo nas disciplinas da Língua Portuguesa e de Ciências. Pela sua dedicação ao Ensino e às primeiras letras, tornou-se popular o seu método, que por isso ficou conhecido como Método Janeiro Acabado.
Toda a sua vida profissional dedicou-a à causa do Ensino e da Formação, tanto de alunos como de professores. Desempenhou funções de professor do Ensino Primário, inspector, vogal do júri único dos Exames de Estado do Magistério Primário, Vogal da Junta Nacional de Educação, Presidente do Júri dos Exames de Adultos do Distrito de Lisboa. Até à sua morte, em 12 de Fevereiro de 1970, exerceu o cargo de director da Escola do Magistério Primário de Beja (que ele próprio fundara em 1956).
Pessoalmente tenho vários exemplares das suas inúmeras publicações que releio com gosto e com saudade dos meus tempos de aluno da escola primária. Sempre que surge a oportunidade, não hesito em adquirir os exemplares em falta.
janeiro_acabado_01
janeiro_acabado_02
janeiro_acabado_03
janeiro_acabado_04
janeiro_acabado_05


www.santanostalgia.com
janeiro_acabado_06

Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

VIAJAMOS A LISBOA EN OTOÑO CON DIAS QUE VOAM

www.diasquevoam.blogspot.com

Lisboa sob o sol de outono


A surpresa da saída. De um espaço interior, frio, abro a porta para a cidade. Calor de aconchego que traz para a rua, sem pressas, moradores junto aos caixotes de fruta, dispostos ao longo do passeio; alguns conversam em bancos de jardim, relegando relógios a uma inutilidade absoluta.

 

Decido regressar a pé, caminhada de uma hora, para saborear a temperatura amena (já que – pasme-se – é o tempo de espera para o autocarro). A luminosidade da tarde, ouro líquido, apazigua. Consegue-se viver a sensação (não pensamento) do sol de outono. A tarefa menos conseguida é cessar ideias, ao olhar as árvores, testemunhas imperturbáveis dos tempos. É apaziguadora a forma como elas mudam a coloração das folhas, como as deixam cair, despojadas e, meses mais tarde, se deixam visitar por pássaros que quase nascem dos seus ramos, prolongando-os, como um dia escreveu o poeta.




Ouro líquido – penso – cessando em consciência posteriores associações.
Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

COLORIDO MENSAJE NAVIDEÑO DEL RANCHO FOLCLORICO ESTRELAS DO MINHO



Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar

lunes, 16 de diciembre de 2013

DESPEDIDA DEL AÑO EN LA QUINTA DA SAUDADE DEL CLUB PORTUGUES DE LA CIUDAD DE BUENOS AIRES

 Este domingo pasado se realizo la fiesta de despedida del año en la Quinta Da Saudade.
Pese a las altas temperaturas reinantes, mas de 35ºC, buena cantidad de gente se hizo presente para compartir el almuerzo, brindar y comer el tradicional pan dulce.
En esta ocasión queremos agradecer a todos aquellos que trajeron cosas para rematar y a todos los que dieron una mano para llevar adelante el festejo, especialmente a Carlos Coelho y Nestor Texeira que estuvieron en la parrilla soportando las altas temperaturas.
Se realizó el sorteo de una canasta navideña.

 




 LA VOZ DEL CLUB PORTUGUES
Envíe sus textos y comentarios a lusodescendientes@yahoo.com.ar